Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem

sobre-vivido, mais que o tempo, mas que tempo?
ainda não vivi nada, nem o tempo é exato
Se nem sempre o tempo é o mesmo,
por que haveria eu de ser sempre o mesmo?
Por quê?
Por quê??
Por quê???
...
..
.

as coisas não precisam ter sentido para acontecerem
- e não precisamos de motivos para sermos - apenas somos -
Por quê?

eu quero sumir e não precisar voltar
mas não tenho para onde ir
(...)
alguém aí me ensine a chorar!

(julho, 2005)
Poeta Morto
Enviado por Poeta Morto em 12/06/2006
Reeditado em 17/06/2006
Código do texto: T174404
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Morto
Sete Lagoas - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
32 textos (1579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:23)
Poeta Morto