Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prefácio, Embolo e (Nó Cego)

É nunca, é sempre (É entender tudo sem ter nada em mente)
É mentir pra si mesmo (É viver sem abraço, é viver sem amar)
É fingir que ama (É beijar por beijar)
Deitar na cama e não sonhar (É dormir deitado com o dedo apontado pra cima)
É viver a parte da vida que agente aprender (Mas, ninguém ensina)
A vida é boa, a vida ruim (Vida a toa)
É você sem mim (é fazer o que pedem)
É fazer o que quisermos de nós (é se deleitar em prazer por ouvir tua voz)
É brasa fina (É coisa romântica)
É esgrima no caminho (É conversar na esquina sozinho)
É morder, é provar! (O salgado (esgoto) (nada) doce do (podre) mar (Bravo))
É ver, e cheirar (É chorar e pensar, e pensar);
É querer de volta e gozar (O que não querem dar)
É correr atrás do que está errado (Perseguir nós mesmos)
É “escarreirar” parado
É jogar um charme (abanar o rabo pra alguém que passa)
(E por a mão na massa!).
É fazer a verdade e nunca mentir (É duvidar da certeza de estar aqui (É ficar louco!))
É um dia a vadiar (Deitar na praia e alguém te assaltar)
É ter alguma coisa pra EXIBIR
É néctar amargo (É não comprar o elixir)
É BATER NA MESMA TECLA E NÃO DIGITAR, (ta-tá-tá-tá-tá)
É acabar sem começar (É terminar por terminar)
É rir, é rir, é rir, Sorrir e cantar...(Rá, rá, rá)
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 15/06/2006
Código do texto: T175818

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98443 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:34)
Andrié Silva