Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
FILHOS DE NINGUÉM



Tão crianças ainda e já perdidas
sozinhas vão seguindo a esmo
perambulando na estrada da vida
ao léu contando consigo mesmo

sem pai, sem mãe, sem carinho
como se fossem filhos de ninguém
ou como aves sem nenhum ninho
nem sequer bons alimentos têm

Crianças sem nenhum brinquedo
que nunca foram a uma escola
nem sabem o que é um folguedo
sobrevivem de uma triste esmola

Vinde a mim todos os pequeninos
ensinou-nos o nosso senhor Jesus
pois que são puros seres divinos
e para muitos não há nenhuma luz...

====================================



Ciranda: Crianças desaparecidas
Iniciada e coordenada por Cecília Rodrigues


para ler outros autores, acesse
http://www.cecypoemas.com
seu carinho no livro de visitas será bem-vindo
Sueli do Espirito Santo
Enviado por Sueli do Espirito Santo em 15/06/2006
Código do texto: T175821

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sueli do Espirito Santo
Santo André - São Paulo - Brasil, 65 anos
1456 textos (234555 leituras)
1 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:03)
Sueli do Espirito Santo