Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Compunção

Naufraguei meus sonhos
Em amores celestes como o céu.
Por eles, heroicamente, morri mil vezes;
E outras mil ressuscitei como por encanto.

Saciei minha sede em vários corpos,
Sem, no entanto, compreende-los em sua amplitude.
Trafeguei por abismos e beijei demônios;
Entorpeci-me de alegria e restaram-me enganos.

Amei, como todos os amantes,
Com mentiras prontas e palavras por dizer.
Fui ferido com afagos de mil ninfas
E enlouquecido pela falsidade da alegria.

Resta-me agora, nesse expungir de quimeras,
Enxergar o brilho que se projeta no escuro;
Extrair das mentiras o néctar da sabedoria
E caminhar sereno rumo à incompreensão.

Roniel Oliveira
Enviado por Roniel Oliveira em 18/06/2006
Código do texto: T177664

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roniel Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
56 textos (3142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:08)
Roniel Oliveira