Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Falsidade Virtual

Falsidade Virtual
Por Iolanda Brazão

Ah meu amor...
Infelizmente, a festa acabou.
Cansei de me iludir.
Aceitar você mentir
Apenas para agradar.
Enquanto teclava comigo,
Sempre teve em sua frente.
Uma fila a esperar.
Para cada uma delas,
Uma explicação diferente.
O que você esquece.
De que sou inteligente.
E como você.
Também sei dissimular.
Pois tenho neurônios pra queimar.
Se fingir acreditar,
Em todas as suas mentiras,
Foi apenas para  distrair.
Pois sei que a  net,
É um jogo de ilusão.
Pouca verdade e muita mentira.
Que ninguém é de ninguém.
Então meu bem,
Desculpe-me, preciso sair,
O mundo real chama por mim.
E nele, eu tenho o que você não pode me dar.
Bye... Fui...
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 18/06/2006
Código do texto: T177769

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
343 textos (32009 leituras)
3 áudios (627 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:24)
Iolanda Brazão