Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza interior

   Olhando o meu interior
   descobri o quanto estou triste e
   para combater essa tristeza
   olho para a lua e
   encontro o teu rosto
   pálido e sofrido.
   Em cada lugar que meu olho pousa,
   vejo o teu interior
   tão deteriorado
   tão inacabado,
   que chego a pensar
   nos dias de outrora,
   onde você era um principe
   que irradiava luz
   pro meu interior,
   que me transportava
   da minha realidade nua e crua
   Para o céu dos céus
   onde nós nos transformavamos em um
   e você era a luz da lua,
   o brilho do sol,
   a exuberância das estrêlas
   enfim, você era um deus!!
   Mas que ironia,
   a realidade hoje te faz pálido
   sem ser aquele homem cheio de vida e sonhos,
   que tanto lutou pra me amar
   que tanto quiz ser o meu príncipe.
   E hoje o que vejo,
   vejo você rastejar entre a razão e a emoção
   e se perdendo na poeira do tempo,e
   envelhecendo sem sonhar.
   A tua praticidade me causa mêdo!
   tenha cuidado
   você corre o risco de passar
   entre a multidão e não ser notado
   tenha cuidado,
   todos os comuns passam, todos,
   somente os especiais permanecem...
                                   
                 
a Sonhadora
Enviado por a Sonhadora em 18/06/2006
Código do texto: T177847

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
a Sonhadora
Espírito Santo do Pinhal - São Paulo - Brasil
87 textos (5004 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:39)
a Sonhadora