Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mendigo




Num beco escuro
De uma esquina estreita
O mendigo solitário boceja...
No saco de tralhas
Descansa a cabeça
De sonhos sem ambições...
No velho papelão amassado
Esparrama seu corpo sujo
Faz frio e o mendigo ronca...

Os açoites da noite
Não lhe dão calafrios
Somente uma ambulância
De sirene estridente
Incomoda seu sono...
Na madrugada solitária
O mendigo adormece...


A cidade desperta barulhenta
Ele espreguiça na calçada
O torpor da noite
Agarra o saco de tralhas
E despercebido sai
Em busca do café da manhã...




Cosme Belizário
Enviado por Cosme Belizário em 18/06/2006
Código do texto: T178037
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cosme Belizário
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
98 textos (3390 leituras)
1 e-livros (83 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:30)