Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conjugando o verbo pensar


Eu penso, tu pensas, ele pensa
Todo mundo pensa
Uns até demais, outros nem tanto

Na sala, no ônibus, no elevador
Sempre nos vigiando, nos cercando
Caminhando me distraio
Penso nela e somente nela
 Penso, penso e penso

Planejo, calculo e executo
Por enquanto só na mente
Mente essa, minha enciclopédia
Meu divã, meu confessionário
Minha cama, minha ruína

É bom, é prazeroso
Eu penso e falo
Eu penso e escrevo
Eu penso eu toco eu canto eu explano

Sua embalagem recai sobre o algodão
Fecho meu olho, e quem me visita?
Minhas idéias, sonhos, frustrações
Adormeço e estarei livre
Equívoco, eu sonho
E mais uma vez, penso

Penso somente no que amo e abomino
Não penso por pensar
Penso, logo penso
E acabo que nada sei
Sem opção reflito novamente

Refletir? Sobre o que fizemos?
O tempo todo
 Eu fiz e não gostei
Deveria ter feito assim, assado
Pego o ônibus volto pra casa
E viro escravo do maldito
Maldito pensamento

Mesmo sem querer
Agente faz muito rápido, vagarosamente
E não tem jeito
Tenta parar, não dá!
Pareço que termino, mas só to no meio
Nem adianta perguntar
Condicionados e aprisionados
Felizes e consternados
E por fim
Nós pensamos, vós pensais
Todos eles pensam
Antonio Leonardo Santos
Enviado por Antonio Leonardo Santos em 20/06/2006
Código do texto: T179383
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Leonardo Santos
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
12 textos (929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:56)