Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marxismo

tempos literais
engenhos teatrais
o papel do poeta
é recolher imagens
e em símbioses
ver,
a dureza da flor
o choro do sorriso
a angustia do amor
e entendo que é preciso,
temperar a lógica
mudar a história
acolher a criança
e o idoso
entendendo o passado
militando no presente
e preparando o futuro
no florescer da esperança
que nasce todos os dias
com o rair do sol
ou na ternura das chuvas.
Manoel Messias Pereira
Enviado por Manoel Messias Pereira em 29/06/2006
Código do texto: T184627
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Messias Pereira
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 61 anos
84 textos (7175 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 10:05)