Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERES ROBOTIZADOS

Nadir A D’Onofrio

Texto inspirado no poema MOMENTO do Amigo Poeta
Abílio Terra Junior


O ser e seu olhar de poeta
Saboreia café, vê crescer versos.
Na moderna livraria,
Ostentando prateleiras vazias...

O ocaso preguiçoso
Atém caminhantes.
Que andam sem rumo,
À procura do nada...

Ou talvez, na lotérica da esquina
Compre o sonhado bilhete.
Tentando a sorte grande!
Serão eles humanos?

Ou já estão robotizados?
Não os percebo decididos,
Ávidos de sabedoria,
Vontade ferrenha.

Vejo fisionomias entristecidas
Corpos esquálidos.
Descrença, desmotivação,
Falta patriotismo.

Pobres filhos dessa nação!
E o que resta ao poeta,
Que vê beleza em tudo?
Ah! se não fosse a imaginação...

18/06/2006 23:22
Santos SP

Respeite Direitos Autorais
Imagem:
http://www.livrariadavila.com.br/site/images/institucional/cafe.jpg




Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 01/07/2006
Reeditado em 27/04/2011
Código do texto: T185374

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
941 textos (96686 leituras)
145 áudios (12768 audições)
18 e-livros (4283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:28)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor