Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Interjeições dos Oprimidos


"Alto!" Ordenou um policial a um favelado,
"Oxalá!" Desejou um outro morador ao jogar no bicho,
"Oba!" Respondeu mais um ao receber o seu salário mínimo,
"Fora!" Recebeu um mendigo ao entrar num supermercado.

"Ai!" Disse um aposentado cardíaco numa fila da previdência,
"Ui!" Disse o mesmo ao ser mandado, de mãos abanando, para casa.
"Coragem!" Assistiu um desempregado a outro da mesma faixa,
"Psiu!" Fez um segurança de loja para um menino de rua invasor.

"Nossa!" Respondeu um suburbano ao ver a sua conta de energia,
"Bravo!" Afirma o Estado quando a conta é paga em dia,
"Oh!" Disse a mãe de um traficante, triste e sem alegria,
"Socorro!" Gritou a mesma ao vê-lo assassinado.

"Ora bolas!" Praguejou um velho ao ser roubado numa rua do centro,
"Que maravilha!" Elogiou o outro ancião ao não pagar a sua passagem,
Eis aí as interjeições que trago nessa breve mensagem,
A qual de fato retrata os sentimentos desse povo sofrido,
Os vários sons e as várias exclamações dos nossos oprimidos,
Eis aí a verdade da nossa sociedade, verdade nua e crua.




Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 02/07/2006
Reeditado em 04/07/2006
Código do texto: T186357
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1095 textos (55953 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:12)
Fábio Pacheco