Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O pote azul


O pote azul estava bem ali, na borda da banheira, entre a vela de canela e o cálice de vinho tinto. Laivos vermelhos da chama no azul. Bastaria esticar o braço, retirar a tampa e sentiria o perfume almiscarado. No gesto reviveria a maciez do creme passando de suas mãos para as pernas musculosas que não mais teria entre as suas. Nunca mais ter o corpo enlaçado por elas, a pele arranhada em fricção alucinante. Não mais as usaria de travesseiro em momentos ternos, nem de apoio nos de paixão. Bastaria abrir o pote para mascarar o cheiro de abandono. Não faria isso, nem ficaria eternamente na água gelada, não esperaria o apagar da vela, mas beberia o vinho e brindaria o fim da longa espera.


Através da cortina
Desenha o sol
Colcha de luz



Imagem: "Janelas" - Krista Taylor







Ly Sabas
Enviado por Ly Sabas em 03/07/2006
Reeditado em 30/03/2009
Código do texto: T186912
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ly Sabas
Osasco - São Paulo - Brasil
228 textos (15779 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:57)
Ly Sabas

Site do Escritor