Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esperando

Está sendo difícil me entender
Algo consome por dentro
            Esperança - Tédio
Amizade - Amor
        Chuva - Sol
Que calor!!!

Tanta coisa incomoda
Tanta coisa sem sentido
e eu sem sentir.

A vida passando
e eu aqui sentada
ESPERANDO

(...)

Barulho d'água
parece o que está
dentro de mim
BaRuLhO - bArUlHo - BARulho
Nada há menos
Nada há mais

Algumas palavras passam também
Passam e se vão
passam e ficam gravadas
na memória,
sem sentido,
e eu continuo sem sentir.

Vir ou não?
Heis a questão!
CoRRe! CoRRe! Corre!
Passo a passo...
           VENS?

D'onde tiras tanta proeza?
       TE ESPERO!
"Espero" lembra esperança,
tu quer entrar na dança?

     Vai, vem
vem, vai
Perna pós perna
Onde estás?

Sem sentido,
sem direção...
As palavras me faltam,
a pergunta é a mesma:
Tu vens, ou não?
Polar
Enviado por Polar em 04/07/2006
Código do texto: T187288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Polar
Santa Maria - Rio Grande do Sul - Brasil, 29 anos
78 textos (5806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 13:03)
Polar