Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apesar de tudo..

Apesar de tudo
nada pode acabar!
Mesmo que acabe,
não deixará de existir,
permanecerá na lembrança!
Lembrarei dos momentos.
Dos dias de sol
e das noites de chuva.
Das lágrimas quentes
e dos abraços frios.
Dos sorrisos tristes
e das palavras duras.
Dos sentimentos reais
e das ilusões verdadeiras.
Das mentiras omitidas
e dos sussuros gritantes.
Do silênco pertubador.
Da indiferença fatal
e do companheirismo distante.
Do tempo desperdiçado:
no instante adormecido,
na incerteza inteirada,
na dúvida concreta,
que já estava inserida
na certeza inevitável!

Luciano Costa
Luciano Costa
Enviado por Luciano Costa em 04/07/2006
Código do texto: T187587
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Costa
São josé do Seridó - Rio Grande do Norte - Brasil, 38 anos
640 textos (82520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:22)
Luciano Costa