Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

cura ,mata e destroi.

cantam o tempo,para mim.
falam que ele,nao tem fim.
mas descordo,de vosso povo.
o tempo nao é tolo,

guarda tanta amargura.
depois volta,trazendo a cura.
como compreendo,ele destrói.
nada recupera,nem mesmo o herói.

quanta tolice,abstrata.
vento tambem passa.
assim como o tempo,vento nao para.
homem prepotente,que destrata.

o poder que faz matar.
a hierarquia da vida andar.
a consciencia relenbrar.
o coracao reviver para amar.

saudoso tempo curador,
para mim, nunca foi doutor.
nao cura a dor da morte,
só acredito no futuro, trazendo amorte.
cristiano rezende
Enviado por cristiano rezende em 05/07/2006
Reeditado em 05/07/2006
Código do texto: T188203
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cristiano rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 41 anos
38 textos (2592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:42)
cristiano rezende