Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





"ALEGRE, E TRISTE"


Ah! Quanta felicidade!
Por ter um lar, família e paz,
foi Deus, que me presenteou;
quanto bem isto me faz!
A única tristeza que tenho...
é ver a tristeza de um irmão
que diferente de mim...
dorme na rua, e no chão!
Crianças sem alimento
isso me vem no pensamento
a quem lhe falta o pão;
olho os meus filhos contentes
saltitantes, e sorridentes...
como é bom lhes dar amor;
pois são todos inocentes
nem passa por suas mentes
que alguém vive sem calor;
crianças abandonadas
dormindo ao léu nas calçadas
nas praças e viadutos...
sei que não sou eu, o culpado
mas às vezes o meu bocado;
desce na garganta com amargor.


Amigas e amigos leitores (as), nesta poesia eu fiz questão de colocar a minha foto com a minha única filha, há vinte e três anos atrás, mostrando assim, que o carinho sempre gera bons frutos, e hoje, ela com vinte e três anos, mostra que vale a pena cuidar e dar carinho aos nossos filhos, não os abandonando à sua própria sorte, os nossos filhos, poderão ser amanhã, a nossa tábua de salvação. A foto é real.







Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 06/07/2006
Reeditado em 06/07/2006
Código do texto: T188549
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257139 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:36)
Antonio Hugo

Site do Escritor