Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ingrato

Tu batestes à minha porta pela madrugada
querendo conforto.
Abri os braços a ti,
E lhe abriguei em meu coração.
Foi uma noite longa, chuvosa e bastante fria.
Mas com muito carinho,
Tornei-a na mais bela noite de nossas vidas.
Contei-lhe histórias fascinantes,
Para poder te aquietar o espirito,
Até que pegastes no sono.
Com muito cuidado,
Cobri-o e deitei-me ao teu lado.
Logo o dia amanheceu numa linda manhã de Sol
e os pássaros cantando.
Mas quando olhos pro lado...
Não o vejo.
Sinto apenas o gosto amargo
Da desilusão em minha boca.
Fazendo o Sol se apagar e os pássaros se calarem!!!
Babinha
Enviado por Babinha em 07/07/2006
Código do texto: T189621
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Babinha
São Paulo - São Paulo - Brasil, 26 anos
41 textos (2561 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:34)
Babinha