Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Enfermidade do espírito

Eu estou contaminado.
Em cada célula do meu corpo,
Em minha corrente sanguínea,
Uma doença voraz se alojou
E carcome minhas entranhas.

Eu não tenho salvação.
Minhas mãos estão paralisadas,
Meu cérebro está atrofiado,
Meu coração está parando; tudo,
Todo o meu corpo está inerte
Em razão desse mal sem cura
Que mata o corpo e destrói a alma.

Eu um moribundo sentimental.
Não existe remédio ou sangria eficaz
Que extermine as doenças do coração.
- Estou condenado, esta é a verdade!

Porem, o mais triste, é que o meu mal,
Essa calamidade degradante e lastimosa,
Habita no intimo dos tocados pela poesia.
Esse meu lacrimoso impropério, essa mazela,
Faz com que o mundo, para alguns, seja mais belo.
O triste é saber que, no meu caso, esse infortúnio
- o amor - levar-me-á ao suicídio do espírito.
 
Roniel Oliveira
Enviado por Roniel Oliveira em 08/07/2006
Código do texto: T189870

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Roniel Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
56 textos (3142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:53)
Roniel Oliveira