Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mente Bandida

Mente que te condena ou absolve
Expressão do medo, no alto de seu pesadelo
Um salto de encontro ao fundo do poço
Pode transformar liberdade em roubo

Mente que cria suas escolhas
Amedronta na ausência da coragem
Sufoca o ar por trás das grades
E encoraja no caminho da maldade
 
Mente que sente a expressão do medo
Do alto de um salto mortal
Um giro fatal que cria o mau
E acorda seu instinto pecador

Mente que te condena ou te absolve
Pode roubar até suas vestes
Trás o frio para dentro do peito
Para que você deseje o medo

A morte é o caminho final
Que pode chegar antes da hora
Na mente perdida no asfalto
E o corpo caído com os pés descalços..

Um salto no escuro
Ao inverso do certo
Um risco estampado
No medo para todo o lado

Em confronto hostil,
O coração é arrancado do peito
A prisão maior é na alma
Que é vendida como bala perdida

Nos escombros do horror
Não existe mais opção
A arma que cruza nosso caminho
É cravada no leito de nosso ninho.

E há o que se pode chamar de rua
Uma direção escura e sem saída, que cultiva o poder de uma mente vazia
Onde a dor pode ser policia ou bandida.
Aliada ou inimiga!

E se podemos escapar da morte
Que não seja nada tão otimista
Dormimos de olhos bem abertos
Para acordarmos ainda com vida.

Luciana Corrêa
Enviado por Luciana Corrêa em 08/07/2006
Código do texto: T190113
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciana Corrêa
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
17 textos (501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:28)
Luciana Corrêa