Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EXCLUIDO

Homem sem teto,
Que procura um abrigo,
Que dorme no relento,
Porque não tem amigo.

Homem sem teto,
Que vive na solidão,
Que não acha afeto,
Porque vive sem razão.

Homem sem teto,
Que vive na tristeza,
Que não tem rumo certo,
Devido a infeliz pobreza.

Homem sem teto,
Carente de um pão,
Que vive como morto,
Com os pés no chão.

Homem sem teto,
Idoso e doente,
Precisa de respeito,
Porque é demente.

Homem sem teto,
Rasgado e imundo,
Dá dó no nosso peito,
Esta cena no mundo.

Homem sem rumo e teto,
É também o nosso irmão,
Como nos disse Cristo,
Com total determinação...

Abracemos com o coração,
O outro como um irmão,
Construindo uma nova nação,
De amor, paz e união...

                         SSA, 08/06/2006
                         Everaldo Cerqueira
EVERALDO CERQUEIRA
Enviado por EVERALDO CERQUEIRA em 09/07/2006
Reeditado em 20/07/2006
Código do texto: T190888
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
EVERALDO CERQUEIRA
Salvador - Bahia - Brasil
91 textos (79279 leituras)
1 e-livros (187 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:51)
EVERALDO CERQUEIRA