Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





"LAVRADOR SEM RUMO"



Trabalhava na lavoura o dia inteiro
de sol a sol, até quase escurecer,
resolveu se aventurar no centro urbano
hoje vive mendigando para comer.

Felicidade, é um sonho bem distante
não tinha estudo, pois não precisava ter,
sua morada hoje, é um viaduto, ou ponte
achou no álcool, um motivo pra esquecer.

Vive sorrindo, pra não chorar sua amargura
vive brigando, por um pedaço de pão,
ser vagabundo, nunca foi sua cultura...
mãos calejadas, não é as mãos, de um ladrão.




Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 11/07/2006
Código do texto: T192178
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257187 leituras)
185 áudios (36330 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:02)
Antonio Hugo

Site do Escritor