Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sutileza de Newton

"Fugir:
andar pelo mundo a fora...
Mentir:
como as mentiras de outrora...
A indolência que corrói espíritos
é a mesma dos vagabundos
nos marasmos infinitos
dos homens metidos em profundos...

Se hoje lhe tenho amor
Amanhã se lhe terei ódio;
Ódio dos meneios,
avassalador!
Nos descaminhos de uma vida insana
libertei pássaros floridos;
Pássaros de amargura mundana
Pássaros tão belos quanto sofridos...

Se hoje a inspiração vai-se embora
que a indolência tbém tome seu rumo a fora...

Fora da alma, disperça na
disseminação de um
mundo mundano.
Na desolação de um homem insano..."
Andrea Sá
Enviado por Andrea Sá em 13/07/2006
Código do texto: T193095
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Sá
Irati - Paraná - Brasil, 26 anos
198 textos (7791 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:12)
Andrea Sá