Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PASSEIO PELA PRAIA


Rolei pela praia
Com o fio dental,
Entrou-me areia
Para dentro do canal.

Corri para a água
Desesperada,
Tirei a cuequinha
E fiquei sem nada.

Baixei-me na água
Abanei-me, sacudi,
A areia saiu
Que alívio senti.

A água estava boa,
Fiquei lá dentro a brincar,
Um peixinho atrevido
Logo me veio cheirar.

Mal eu me descuidei
Zás... enfiou-se em mim,
Agora como farei
Não quero ficar assim!

A barbatana do rabo
Ficou a aparecer,
Mas começo a puxar
E faz-me logo doer.

Será que ainda está vivo
Ou morreu asfixiado?
Coitado do peixinho,
Mas ele ainda abana o rabo.

Terei de esperar que morra,
Para o conseguir tirar?
Talvez fique mais molinho,
Seja melhor de puxar.

Por enquanto vou-me entretendo
A puxar devagarinho,
Pode ser que ainda saia
De lá algum bocadinho.

Amanhã quando fôr a praia!
Vou de fato de treino vestido,
Não vá apareer por lá
Outro peixe atrevido.


Autora: Maria Custódia Pereira
Biazocas
Enviado por Biazocas em 13/07/2006
Reeditado em 10/06/2011
Código do texto: T193445
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
425 textos (15859 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:10)
Biazocas