Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sozinho

 Foi como se um avião em chamas caísse dentro de mim
 Foi como se houvesse entre nós um muro de berlim
 Quando você me disse que entre o rosto e o retrato
 Há sempre mais pra se dizer ser menos abstrato

 Eu sei que nunca perdôou por eu ter perdido a calma
 Mas é que eu estou sozinho tô tentando desatar o nó
 Que me prendeu a você e como um passáro eu vôo só

 agora vou apagar os rastros pra que não possa me encontar
 Pois eu não quero que veja o meu rosto antes de anoitecer
 E nessa imensa highway vou continuar sozinho olhando no
 retrovisor não quero ver ninguém

 A seguir os meus passos a fazer laços de amor
 A seguir os meus passos por onde eu for
 Se me pediu e eu não fiz é porque não podia fazer
 se me perdeu eu nada ganhei eu também perdi você

 Ganhei uma passagem só de ida e agora não posso voltar
 Queria tanto ficar contigo eu queria contigo ficar
 E nessa imensa highway vou cotinuar sozinho
 Olhando no retrovisor eu não quero ver ninguém
 A seguir os meus passos a fazer laços de amor
 A seguir os meus passos por onde eu for.

 ps. Inspirado em várias músicas do engenheiros do hawai,
     juntei palavras chaves e fiz esta poesia.  
jocimar linhares
Enviado por jocimar linhares em 14/07/2006
Reeditado em 14/07/2006
Código do texto: T193929
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor eo link para o site ' www.recantodasletras.com.br/autores/linhares). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jocimar linhares
São Luís - Maranhão - Brasil
126 textos (10690 leituras)
1 áudios (219 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:08)
jocimar linhares