Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                                                     

    PALAVRAS A MINHA MÃE 
                                         

De ti eu recebi,ó minha mãe querida,
o bem maior que Deus sempre me ofereceu.
Tu foste para mim bela e rara jazida;
e por isto agradeço o dom que Ele me deu.

Em tuas doces mãos, em toda e qualquer lida,
sentia eternamente o amparo do anjo meu
e uma palavra tua era só despedida
para qualquer sofrer deste ser sempre teu.

A vida, infelizmente, a nós causa também
muita tristeza e dor, vindas talvez do Além,
e um dia eu te perdi, imersa em muita dor.

Estou sempre sentindo a falta deste Alguém.
Bem triste é minha vida agora, Mãe; porém,
quanta ventura eu tive ao ganhar teu amor!


                                                                  (Soneto alexandrino )


Alda Corrêa Mendes Moreira
Enviado por Alda Corrêa Mendes Moreira em 17/07/2006
Reeditado em 07/12/2008
Código do texto: T195992
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alda Corrêa Mendes Moreira
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
213 textos (13198 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:54)
Alda Corrêa Mendes Moreira