Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LIBERDADE...

Que estranho é ser sozinho
E sozinho ser alguém
Estranho e místico é o caminho
Nas ruas não tem ninguém

É errante viajante
Do destino que traçou
No palco, lembrança cortante
Das datas que o passado apagou

Mas força que vem de dentro
Supera a dor do coração
Lapida a cada momento
Manda embora a solidão

Família, amigos ou algo mais,
Um dia há de conquistar
Superar, deixar pra trás
E ser lembrado onde passar

"Uma homenagem a uma fase da vida de meu Pai em que foi obrigado a crescer rápido e decidir sozinho sobre o seu futuro".
O Guardião
Enviado por O Guardião em 17/07/2006
Reeditado em 20/09/2006
Código do texto: T196042
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34442 leituras)
13 áudios (2409 audições)
2 e-livros (1988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:38)
O Guardião