Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEJO TUDO MUITO DIFERENTE

No límpido azul do céu
Vejo tudo esfumaçado
Nas águas transparentes e calmas dos rios
Vejo, não vejo nada
As águas estão sujas e bravas
Na calmaria da noite de verão
Venta muito e faz frio
No horizonte onde nasce o sol
Vejo-o se pôr
Em seus olhos que sorriem para mim
Eu vejo-os chorarem sem nenhum amor
As árvores que recebiam os pássaros
Já não vejo nelas nenhuma flor.
Se um dia eu me sentia feliz
Hoje me esqueço de tudo
Não encontro em mim, nada que transmita furor
Sinto-me sempre triste
Ausentando-me de algum amor
Talvez eu tenha medo de lutar
E não consiga vencer...
Ou muito pudor
Mas vejo o mundo muito diferente...
Sem cor.
Damaso
Enviado por Damaso em 18/07/2006
Código do texto: T196377
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Damaso
Rio Manso - Minas Gerais - Brasil, 34 anos
326 textos (17038 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:58)
Damaso