Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MicroEstrela Animal

Constelações
Só mesmo esses infinitos pontos luminosos
Tão numerosos e ínfimos para me lembrar
Quão insignificante sou perante uma estrela

Um vaga-lume passando
Acende—Apaga—Acende
Zomba de mim

Sou inseto querendo
Ascender ao improvável
Pagando por deixar de voar
Despretensiosamente

E a MicroEstrela Animal já se foi
Vaga lembrança de seu Lume

Luz que não consegue competir
Com as imagens da Tv de tela plana,
Os painéis de propenganas
E as demais invenções desumanas

Angústias de um inseto humano
Consternações.
Bobo da Morte
Enviado por Bobo da Morte em 18/07/2006
Código do texto: T196817

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bobo da Morte
Maringá - Paraná - Brasil, 29 anos
55 textos (2818 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:12)
Bobo da Morte