Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus

Hoje me vesti de preto para te dizer
Adeus
Pra não dizer que eu fui sem dizer
Adeus
Porque estive aqui sozinha
Porque eu me enganei
Criei ilusões
Porque eu quis sozinha
Porque dou amor e a vida é efêmera para desperdiçá-la
Esperando...
Porque a minha poesia precisa de inspiração diária
Porque, apesar de querer pouco, quero mais do que tenho recebido.
Adeus
Porque quem nasceu para amar
Não precisa implorar amor
Porque segredos e mistérios sim. Fantasmas não.
Porque te amei sozinha e
Meu jeito de amar é diferente.
Me importo, cuido, cultivo, acarinho
Perto ou longe
Eu sei amar à distância
Mas não entendo a distância quando se ama.
Agora percebo que criei esse amor.
E deixando as ilusões de lado,
Hoje enterro o amor que você me despertou.
Porque você não o quis.




Rosimere Ferreira
Enviado por Rosimere Ferreira em 19/07/2006
Código do texto: T197383
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosimere Ferreira
Porciúncula - Rio de Janeiro - Brasil
116 textos (6349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:47)
Rosimere Ferreira