Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dívida da vida

a nossa maldição
reside no peso
de nossas palavras
como patrimônio
de nossa crítica
e nosso morticínio
diario
reside na arte
de negar arrepiantemente
que instalamos
conceitos
só pra acertar,
mas erramos, . . .
todos os dias
erramos,
e não invalidamos
os nosso erros
não elaboramos correções
pra chegar a ser,
o SER semelhança
ao ABSOLUTO,
como o SOL,
e ficamos
fora do debate
íntimo, conosco
e o que acontece
é que essa dívida
levamos em nossa morte
em nossa santa MORTE,
Amem.
Manoel Messias Pereira
Enviado por Manoel Messias Pereira em 19/07/2006
Código do texto: T197450
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Messias Pereira
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 61 anos
84 textos (7175 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:12)