Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eco

Sorri para o nada
Espantei-me com a face da solidão
Perdi minha jangada
que já me sai da visão

Uma saudade agora
E quer me engolir
Saudade do que fora outrora
Minh'alma começa a se despir

Insistência no doce sorriso
Não há mais sentido
Nem existe rio, meu rosto contra o frio piso
Ouço um eco, o eco do perdido.
Maria Flor
Enviado por Maria Flor em 20/07/2006
Código do texto: T197990
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Flor
São João da Boa Vista - São Paulo - Brasil, 27 anos
30 textos (1143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:20)
Maria Flor