Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Considerações Finais

O que posso dizer sobre a morte?
Se nada sei sobre minha vida...
O que guardo, são apenas algumas lembranças,
E o que penso, só vale à mim, a minha grandiosa alegria.
O que posso dizer sobre a morte?
Se eu ainda nada sei sobre a vida...
Por que as vezes eu tenho a impressão de que a vida, me testa
A cada dia que amanheço...
Em cada recomeço.
Sabe,  as vezes eu também sinto medo,
Quando vejo os meus sonhos escorrerem pelas paredes
Parece que  tudo foge o sentido
E que os instantes, vão se perdendo
Nesse minuto, em que o mundo vai passando diante dos olhos,
E que eu, sem querer, sigo apenas vivendo.
Eu estava indo tão bem,
Até você aparecer.
Você e suas dúvidas estúpidas, (que me roubam o sono)
Você e suas dúvidas... De novo.
As coisas já mudaram tanto,
Teus sentimentos e meu discernimento,
Então, não fique aí parado me olhando
Esperando... Que eu dê as coordenadas
Use ao meu favor as tuas palavras, ao invés de ficar assim  implorando
Por uma remissão inútil, pobre e sem graça.
Eu sou agora aquela lembrança desesperada,
Que se perdeu na imensidão dos teus olhos
E que graças a tua distância  e ao teu descuido
Aprendeu sutilmente a fazer amor com as palavras...
Deibby Petzinger
Enviado por Deibby Petzinger em 21/07/2006
Reeditado em 24/07/2006
Código do texto: T199007
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deibby Petzinger
Canela - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
25 textos (1297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:00)
Deibby Petzinger