Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esmola



Um dia, ao passar pela rua, eu vi um velhinho.
Sentado na calçada, com humildade pedia esmola.
Como se fosse, a coisa mais natural deste mundo.
Vestia farrapos, pés descalços e sorria com carinho.

Sem saber porque ou porque, eu me aproximei.
Meti a mão no bolso, e senti que estava vazio.
Pois havia esquecido minha carteira em casa.
Em meus bolsos, poucas moedas eu encontrei.

Sentindo-me culpado, as moedas á ele, entreguei.
Com um grande sorriso, ele disse obrigado Senhor.
Que Deus lhe abençoe, esta moeda me alimentará.

Respondi-lhe, se são tão poucas, nada comprarás.
Ele me respondeu:- Sou pobre e preciso tão pouco.
O resto com certeza vem, do que o Senhor me dará.

                                                                                                                                     
Volnei R.Braga

Balneário dos Prazeres
1998








Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 23/07/2006
Código do texto: T199833
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147455 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:53)
Volnei Rijo Braga