Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIVEREI




05/05/1978.



Vejo meu tempo passar, se escoar rapidamente.
Vejo a minha juventude, a minha vida passar.
E a minha tão almejada sombra de liberdade, batendo asas, voar.
Quero segui-la, mas motivos me impedem.
Estou na encruzilhada da vida, sem saber ao que obedecer.
Vejo minhas ilusões fenecerem, meus sonhos deceparem-se.
E o que faço?
Espero. Vejo a vida morrer ao lado, minhas pessoas queridas acenarem o seu adeus.
E as cumprimento com um sorriso, triste. Um nó sufocando meus pulmões, meu desejo de viver o que me resta escorrer como água pelas minhas mãos.
Meu coração soluça incessantemente, pedindo amor, meu corpo exige satisfação.
Mas pertenço a vários mundos, dos quais não posso me desprender.
Aliás, não devo, mas vou.
Ah! Sim, um dia, eu garanto, eu vou.
Vou escoar junto com o relógio da minha vida, e que se dane o resto.
Vou satisfazer-me de corpo e alma, sem receios.
Pois um dia, eu sei, que assim morrerei: no leito, agonizante, relembrando meus tempos de sã. Tempos em que fui gentil para com todos, temendo o amanhã. E o que recebo? Nada.
Ninguém pode desperdiçar seu tempo precioso para me dar um copo d’água. Mas não os culpo.
Pelo contrário, felizes são eles, que correm junto com a vida.
Felizes, os chamarei. Que façam a sua vida! Vocês merecem!
Deixem-me morrer, pois já estou a caminho!
Por isso, pelo menos um dia em minha vida, vou viver um dia só meu. Meu. Sem receios, sem culpa, e livre.
Sim, minha melhor amiga, a mais desejada, irá acompanhar-me: a liberdade.
Sim, juro, juro pela minha vida:
Hei de ser livre ao menos um dia em minha vida, para relembra-lo quando estiver agonizante, sem alguém que me dê um copo d’água, porque viverei! Viva os vivos! Viva os loucos!
Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 23/07/2006
Código do texto: T199885

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:43)
Edilene Barroso