Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acho que Errei...

Acho que não vi a rua
Esbarrei na pedra
Inventaram de colocar cimento
Na margarida amarela

Acho que errei na cor
Coloquei branco e começou a chover
O carro passou na poça
Fiquei de causar inveja
Ao mendigo no canto da rua
Sorrindo com a boca sem dente
De mim, da lama ou da pinga?

Acho que estraguei a lua
Ela minguou quando comecei a andar
Demora pra virar nova
Um ciclo. O ciclo lunar,

Acho que errei na inspiração
Nem cheiro de terra tem
Nem maresia
Jardim sem fada
Noite sem estrada
Aventura? Nada, nada
Pra que ventura?

Acho que errei
Quando esqueci
Que enquanto eu olho pro céu
O homem destrói a terra
O peixe morre no mar.
Eu respiro fumaça de morte
Sufocamos em ozônio.

Rose de Castro
A ‘POETA’
Rose de Castro
Enviado por Rose de Castro em 25/07/2006
Código do texto: T201892
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rose de Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
200 textos (21745 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 15:53)
Rose de Castro