Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESILUSÃO



Parece que a brisa passou em vão
Parece que as nuvens pairam tardias
Por sobre o mundo
E um amor se foi sem deixar que a lua o visse
Parece que a solidão continuará
As cinzas visitarão as campinas e os jardins,
Soltos na floresta estarão os lobos da traição
E eu mais uma vez chorarei
A desilusão de não ver atendidos, os meus desejos...
De saber que aqueles que se vangloriam
Sobre as misérias alheias
Continuarão cada vez mais
A fechar sobre os inocentes, as cadeias...
As mãos serão vazias
Os olhos sem brilho
A flor sem perfume
A música sem mensagem
O amor será apenas o irreal,
Visto por sonhadores e poetas
E a ausência será a dor suprema...derradeira...
Nas consciências soarão os clarins
Do arrependimento
E quando por fim, quase tudo estiver perdido,
A luz da esperança voltará a brilhar
E por longas trilhas, caminharão juntos,
Para um destino comum,
O amor, a confiança e a paz!






Vitória-ES
Baby
Enviado por Baby em 27/07/2006
Código do texto: T203331
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21961 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:30)
Baby