Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

autorretrato

a calça jeans,
velha, usada, desbotada,
larga na cintura,
cai dos flancos despegada, que sem cinto,
e a cueca azul escura
deixa as bordas
desenhando uns ossos duros,
‘branquiçados,
farelentos,
ossos fracos desjeitados
e suspensos
pelas ruas de cascalho, quando é noite,
e vão sozinhos;

tênis sujo, marca boa,
mas que há muito desusado,
cambaleia tropeçando,
mas que segue mesmo cambo,
e às vezes pára,
que se cansa, sem destino que se ir;
os pés doendo,
os pés branquinhos caminhando,
que sem dono, que sem mando,
errabundos
que sem lar;

camisa preta de algodão,
minha barriga de lombriga,
braços finos, mãos vazias,
gestos tênues
vão sozinhos,
vão consigo a conversar;

essa barba que crescia
desde novo,
que co tempo fez-se cheia, essa barba que estendia
do menino desgonçado,
se o menino que morria,
era tão cedo,
entristecia com o mundo,
o menino fez-se homem, como a barba que cresceu;

cabelo fino,
cabelo feio mas comprido,
descuidado,
castanho claro — entre amarelos vermelhados,
cabelo fraco quebradiço,
que queimado,
que caindo,
e quando um dia há de acabar;
cabelo liso;

os olhos tristes,
não que queira, sempre o foram,
sempre longes e perdidos,
mas que puros
‘castanhados
com olheiras dessa insônia
em quando a noite
se anublou;
os olhos tristes, meio esquivos,
meio fundos,
meio lidos,
meio ausentes de si mesmos,
esses olhos
que eram meus;

meus anéis
enferrujados, crucifixos pendurados
no pescoço,
minha crença que eu perdi;

meu retrato?, quem pintara
se esfumou,
quem eu era eu já não sou,
se o que digo,
a parecença que me penso, se isso tudo
é um pensamento, um tempo lento,
tempo lento na memória
que avoou.

(27/07/2006)
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 28/07/2006
Reeditado em 22/07/2013
Código do texto: T203911
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (andré boniatti). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45251 leituras)
17 áudios (887 audições)
14 e-livros (768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:46)
andré boniatti