Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUTILAÇÃO

Todas as noites me acolho
num leito desfeito e vazio.
 
Lá fora a chuva cai fina e fria,
uma ligeira camada de névoa
feito bruma densa,
cobre a face do meu tempo.
 
Em mim ponteia a dorida solidão,
que rasga feito faca cega  o coração
e conduz a alma à um mar revolto
em ondas negras de recordações.
 
No aconchego árido do meu ninho
a saudade canta baixinho
e o peito desagua em dor,
num manso e quieto pranto.
 
Silentes momentos argentados,
dormentes sentimentos mutilados.
 
Ressequidos adventos
do desamor que aflorou
e a tudo secou...
 
2006
Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 28/07/2006
Reeditado em 21/10/2009
Código do texto: T204238
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60690 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:09)
Anna Peralva