Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Égua de ti seu moço
Que não sabe sonhar
Deixa a maré do rio te levar
E teus sonhos afogar!

Égua de ti pequena,
Que não sorrir com a brisa
Mesmo que chova na mangueirosa
Cuidado com a cuca,
Pois manga madura machuca!

Égua de ti holandesa
Que fala que comeu açaí,
Que bebeu Pato-no-tucupí
E ainda diz que aqui há
Raiz de ti...

Égua de ti Pedroca (São Pedro)
Que muda os horários da chuva
Atrapalhando a murrinha
Depois daquele peixe no Verú ao meio dia!

Égua de ti rapaz
Que não conhece esse lugar...

Como é belo meu Pará...
Tacacá quente de suar;
Manga madura caindo no meio da rua
Comendo com farinha grossa a se lambuzar!

Não há Rio, São Paulo ou Bahia,
Que me faça deixar de te amar
Égua como é bom te mimar
E gritar ao mundo esse Norte que é forte...

É Belém do Pará!! 

****
Foto da estação das Docas
Um dos pontos mais agradáveis de
se visitar!
Belém/Pa

MoneCat
Enviado por MoneCat em 29/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T204756
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos autorais à Simone Teixeira do Carmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MoneCat
Belém - Pará - Brasil, 38 anos
2206 textos (296028 leituras)
72 áudios (9473 audições)
4 e-livros (1079 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/05/17 23:11)
MoneCat

Site do Escritor