Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUERO UM CÉU TRANSPARENTE


Quero um céu de azul transparente.
Quero reais as lágrimas no meu rosto,
Porque hoje choro a poluição presente
No ar irrespirável, pra meu desgosto.

Eu quero ver verdes fortes e pálidos,
Ouvir o grito das maritacas,
Molhar os pés em riachos cálidos,
Ver correr antas, lobos e pacas.

Quero ver flores nos jardins úmidos,
Ouvir o alarido da mata ativa,
Ver frutos nos galhos qual seios túmidos
Reverenciando a natureza altiva.

Quero ver a fenda da terra
De onde a água se atira
Deixando entre a mata da serra
Longo véu descendo em tira.

Quero ver a limpidez nas águas
Da torneira, mares e rios do sertão,
E como alma liberta de mágoas
Eu quero um mundo sem podridão.

30/07/06.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 30/07/2006
Código do texto: T205167

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343231 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:32)
Maria Hilda de Jesus Alão