Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA TORTA

O habitáculo do homúnculo
de furúnculo no cerebelo
fica no fim do muno,
pertinho de onde o Judas
perdeu as botas.

O buraco é uma retorta
bem torta,
sem portas e de telha furada,

um saco sem fundo,
princípio de abismo
perdido no mundo,
tapera destrambelhada.

Mas tem honradez
inscrita na placa de entrada:
"Cães e gatos são bem-vindos.
É proibida a entrada
de políticos e assemelhados."



José de Castro
Enviado por José de Castro em 31/07/2006
Código do texto: T205864

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José de Castro
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil
2254 textos (673222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:30)
José de Castro