Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Triste Colheita

Cumpro o dever de viver,
Apenas cumpro!
Deveras pudesse fechar os olhos
E adormecer para sempre...
No insulto que faço a vida
Aguardo aflito
Que ela não me tire
As migalhas do que quase nada resta.
Nos campos que semeei
Ervas daninhas nasceram
Em espinhos caminho...
Sombrios momentos contemplam
A triste aurora que se fecha
Transformando o tempo nebuloso.
Faces do destino que se encerra
Horizonte em luto...
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 31/07/2006
Código do texto: T206137
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:51)
Jamaveira