Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tristeza do Silêncio da Alma

Está frio lá fora,
aqui sentada a espera,
escuto o barulho da chuva,
aguardo uma fagulha,
uma visão turva,
uma lembrança recente,
que me aqueça,
que me rompa,
que me desperte,
desta anestesia,
que achei que não mais sentiria,
e me pego pensando,
de novo,
até quando?
que algo me de um choque,
que me faça sentir,
seja amor, dor,
seja o que for.
então me lembro da pausa,
me lembro de palavras,
das experiências,
me lembro da ciência,
me lembro da ausência,
me lembro de tudo,
mas me esqueço, no fundo.

"Ainda vou, ainda venho, sigo adiante, volto atrás, penso, me perco, me encontro, não sei o jeito, no sei o que falo, não sei nada, sei que o tempo passa, tudo passa, passa mesmo, e uma hora acaba."

LuRubia
Enviado por LuRubia em 31/07/2006
Reeditado em 28/05/2010
Código do texto: T206321
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuRubia
São Paulo - São Paulo - Brasil, 49 anos
229 textos (8236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:25)
LuRubia