Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CUME

Olá amigos , seguindo a mesma linha de"O rego e as varas"
vai aquí mais uma !!


No alto daquele cume ,
plantei u'a linda roseira.
O vento no cume bate ,
e a rosa no cume  cheira.

Quando cai a chuva fina,
salpicos no cume caem,
lagartos no cume entram
abelhas do cume saem.

Quando cai a chuva grossa ,
a água do cume desce  ,
o orvalho no cume brilha
e o mato no cume cresce.

Quando cessa então a chuva,
ao cume volta a alegria ,
pois torna a brilhar de novo,
o sol que no cume ardia !


SBC-SP-José Alberto Lopes .
23/07/2006[Recebí esta poesia em 1976 , sendo de autor desconhecido por mim, ]
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 04/08/2006
Reeditado em 09/10/2006
Código do texto: T209229
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36570 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:56)
José Alberto Lopes