Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPO AMIGO

Tempo meu leal e verdadeiro amigo
Que ao passar deixa-me sabedoria
Apagando as desilusões de sonhos antigos
Devolvendo-me, paz, serenidade e alegria.

Testemunha de minhas desventuras
Dos meus erros, acertos e pecados
Da verdade de meus desencantos e amarguras
De amar tanto sem jamais ter sido amado.

Tempo que levou meus pais queridos
Para dimensões que não posso alcançar
Que faz girar o mundo no infinito
Buscando o pranto da saudade enxugar.

Que me fez envelhecer com galhardia
Mantendo meu senso de autocritica e lucidez
Transformando a solidão em poesia
Poupando-me do ridículo e insensatez.

Tempo que renova a esperança
Em corações que vou conseguindo conhecer
Amizades sinceras como sorriso de criança
Que com certeza, jamais irão me esquecer.

Quem sabe, quando na galeria da vida eu for saudade,
E nos mistérios da criação habitar.
Os amigos que na poesia conquistei com lealdade,
Farão preces para minh'alma elevar.
FalcaoSR
Enviado por FalcaoSR em 31/05/2005
Reeditado em 09/04/2010
Código do texto: T20979
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
FalcaoSR
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
202 textos (26765 leituras)
7 áudios (1511 audições)
8 e-livros (331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:46)
FalcaoSR