Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VAQUEIRO

Todo encourado
Lá vai o vaqueiro
Montado a cavalo
Correndo ligeiro

Em busca do gado
No mato o escoteiro
E na manga ou cercado
O gado leiteiro

No mato cerrado
Cheio de espinheiro
Corre animado
O boi munguangueiro

Com o laço de lado
Dá o lance certeiro
E laça o danado
Do boi encrenqueiro

Do boi já laçado
SE Aproxima o vaqueiro
E o leva escol
Parece um cordeiro

Vai encaretado
O tempo inteiro
E é apresentado
Ao fazendeiro

Já não é visto
tangendo a boiada
Soltando seu grito
Cantando na estrada

Pelo caminhão
Ele foi trocado
E a rês já não ouve
Seu nome cantado

Onde é encontrado?
Cadê o vaqueiro ?
Ele foi destronado
No sertão inteiro

O herói tão cantado
No nordeste inteiro
Não é mais achado
Em nosso terreiro

O mundo encantado
Do vaqueiro arteiro
Foi transformado
Pelo dinheiro

Ele é encontrado
Em parque festeir
Aparamentado
junto aon empreiteiro

o nosso herói
Tão decantado
Em ator de vaquejada
Foi ele transformado.



Com som em:
http://www.marineusantana.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=211339


Brejo santo Ceará, 07/08/2006
marineusa
Enviado por marineusa em 07/08/2006
Reeditado em 26/08/2007
Código do texto: T211339

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (marineusantana@hotmail.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marineusa
Brejo Santo - Ceará - Brasil, 71 anos
1726 textos (322794 leituras)
39 áudios (29266 audições)
18 e-livros (9104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:54)
marineusa