Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Contemplação

Meus olhos se estendem neste horizonte
Correm pelos lados a cerca destes montes
Buscando neste extenso universo
Belezas, singelezas para compor meus versos.

Fico a deslumbrar nesta linda cachoeira
De quedas mansas e águas límpidas
Cada detalhe, cada minúcia fico a observar
As pedras, o som das águas que me fazem meditar.

Quanto é belo a natureza, que perfeição!
Como é bela a paisagem, que contagia a emoção
Quanto é bom poder olhar e a ela contemplar
Ver a vida cada instante renovar.

São picos, que escondem o azul do céu
São tapetes verdes feitas pelas extensas planícies
Pássaros que passeiam em vôo rasantes
Buscando os galhos onde descansar.
Com as mais diversas e suaves melodias
Formando lindas e complexas sinfonias.

Vários grotões formando grandes vales
Paisagens belas feita ao longo do tempo
Que proporciona viagens imaginarias
Aglomerados de arvores se fechando nas matas
Como um exército enfileirado e camuflado.

Mas diante desta beleza
Mesmo num momento mágico que se tem
Não dá para não ficar triste
Quando vem ao pensamento também
Do que o homem insanamente insiste
Destruir a beleza que existe.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 08/08/2006
Código do texto: T212090
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219440 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:22)
Ataíde Lemos

Site do Escritor