Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Teatro (*)


Cai o pano do palco,

Acabou a fantasia,

de tule e crinolina,

de verniz e salto alto



Tenho sido actriz,sem palco,

Sem rábulas e sem enredos

Vou vivendo em sobressaltos

novas experiências, novos medos!



Sem pinturas, nem pó-de-arroz,

Que me confiram nova imagem,

não sou nem Laura, nem Munoz, (*)

sou de mim própria, a miragem!



O público já se foi!

A Peça acabou assim,

Mas o desfecho é que doi,

pois, não entendi o fim!



Quisera ser algo mais.

Em tudo que digo e faço!

Quisera ter a Elegância,

d'Amélia Rey Colaço!!(*)

.

As Luzes já se apagaram..

Os actores, ja foram embora

e neste Teatro tão frio,

fiquei eu, a arrumadora!



(*) Grandes Damas do Teatro Português, (de Revista e Teatro mais sério)

Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 09/08/2006
Reeditado em 25/05/2010
Código do texto: T212354

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:55)
Aguarela Matizada