Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se, sou poeta, eu não sei
Mais para que saber hei
Nada quero, somente desejo
Escrever o que sinto, o que vivo

Sobre o amor intenso da vida
Se o amor é assim, tão belo
Tão cheio de mistérios
Quero sentir, quero viver

Pois sem amor, sem alegria
Nada sou, nada serei
Sou então o desejo de amar
A viveza mais bonita

Serei o encanto nos olhos
A terna paz vivida
O retrato da singela flor
Que nada faz no dia a dia
A não ser semear amor

Andreia Cristina Guadagnin
Enviado por Andreia Cristina Guadagnin em 10/08/2006
Código do texto: T213331
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andreia Cristina Guadagnin
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil, 40 anos
199 textos (20219 leituras)
2 e-livros (138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:40)
Andreia Cristina Guadagnin