Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Papel em branco

Tento a poesia.
O alento, de bom
Não se arrebata
E nem levanta.
Acalento a poesia
E nada sai-contrai
Esperança.
E dela, memórias póstumas,
O que resta.
O que sai não presta.
Ah! poesia da desgraça.
Lipevasques
Enviado por Lipevasques em 10/08/2006
Reeditado em 17/08/2016
Código do texto: T213704
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Felipe Vasques). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lipevasques
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 30 anos
30 textos (894 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:00)
Lipevasques